terça-feira, 31 de outubro de 2017

Você já teve conversas energéticas?



Você já teve pensamentos em que você se questiona e responde ao mesmo tempo, 
como se de um debate se tratasse?

Já discutiu com alguém e foi embora se colocando uma série de questões que você mesmo 
respondeu mas como se fosse a outra pessoa?

Você acha que está apenas imaginando o que a outra pessoa te responderia?
Ou que são apenas suas emoções à flor da pele, se expondo?

Saiba que nem uma coisa, nem outra...



" Basta que eu veja nitidamente, com os olhos ou com os ouvidos, 

ou com outro sentido qualquer, para que eu sinta que aquilo é real. 

Pode ser mesmo que eu sinta duas cousas inconjugáveis ao

 mesmo tempo. Não importa." 

Fernando Pessoa


No meu entendimento Fernando Pessoa sempre teve perceção das inúmeras consciências (energias) que o habitavam. Por isso mesmo a sua necessidade de as expor. E de alguma forma organizá-las. Categorizá-las. Talvez para um melhor entendimento de si mesmo. Não tivesse ele estudado astrologia. Aliás, podem ver num outro post meu, fotografias dos mapas astrais que ele fez dos seus heterónimos.

Bem, mas não posso divagar. Estes temas têm tantas vertentes que facilmente "divagamos" por outros tópicos.

No post de hoje quero cingir-me às conversas energéticas. Motivada pelo meu novo amigo "C" e ao que me aconteceu hoje e que já me aconteceu inúmeras vezes, mas que raramente falo.

Saí do trabalho. Apanhei o metro como todos os dias. Coloquei os fones no ouvido. E fiz o meu percurso tentando distrair-me do dia cansativo que tive. Passado umas horas lembrei-me de um colega do meu trabalho e dei por mim a fazer reflexões como se ele estivesse realmente a falar comigo. Era como se ele "falasse" e eu "respondesse". Mas tudo em pensamento. Não pensem que oiço vozes. Porque não é mesmo o caso. Tive a nítida perceção de que ele estava a pensar em mim ou quem sabe a falar de mim para alguém. E correndo o risco de que ele me achasse maluca resolvi enviar-lhe uma mensagem.




A minha ideia inicial era dizer apenas "andas a pensar em mim". Sei que parece um flerte, mas não é mesmo o caso ;-) Fiquei com receio de estar enganada e parecer louca ;-D Só que não. Nós aliás "pensámos" nas mesmas coisas.

Mas de verdade, isto já me ocorreu diversas vezes. E por diversas vezes pude comprová-lo, questionando as pessoas. Ou percebendo pelas evidências.

Recordo-me de uma situação de há alguns anos atrás, em que eu tinha "terminado" com uma pessoa e fui para casa. Tomei um duche. E os pensamentos divagavam. Novamente como se "ele" questionasse e eu respondesse. A "conversa" durou algum tempo até que eu percebi que estava a desgastar-me com uma situação que não me interessava mais. E comecei a "dizer" interiormente que se "ele" tivesse algo a dizer-me que o fizesse fisicamente. Me procurasse. E comecei a cortar a conversa energética. Assim que saí do duche e fui ver o meu telemóvel, tinha para mais de dez chamadas perdidas e algumas mensagens a pedir-me desculpas, a dizer que eu tinha razão...

Eu ri-me pela situação. Rio-me sempre. Conheço-me o bastante para compreender quando estas coisas acontecem. Mas acho sempre fascinante ter a perceção. Na prática. Do nível das nossas capacidades. Com certeza que tenho muito mais a aprender. E por isso mesmo testo-me. Todos os dias. Porque só assim é que posso conhecer-me infinitamente. Não posso depender de outras pessoas para conhecer as minhas limitações e aprender a ultrapassa-las. Não posso prender-me ao que me dizem como se de verdades absolutas se tratassem. Ninguém pode saber mais sobre nós do que nós próprios. Cada ser é único. Por isso o meu conselho é: testem-se! E compreenderão que todos nós temos mais capacidades do que julgamos e utilizamos.




As conversas energéticas podem ser negativas?


Como tudo na vida, a perfeição é sempre o equilíbrio. E como é difícil mantermo-nos sempre equilibrados com tantas interferências diárias. Tanto internas como externas.
O mal destas conversas energéticas tem sempre a ver com o conteúdo e com as emoções que são geradas. A forma como nos desgastamos e nos permitimos a isso. Quantas e quantas vezes remoemos determinados assuntos por dias ou mesmo semanas? Quantas vezes questionamos o nosso auto-controlo para definirmos o que queremos ou não pensar e de que forma? Parece impossível, certo? Certo. Só parece.


Puta que pariu


Claramente não é fácil, mas custa mais ao início. Tudo na vida é prática. Uma expressão que uso muito frequentemente para bloquear pensamentos "obsessivos" num determinado tema ou pessoa, e já fiz um post sobre isto, sobre como controlar os pensamentos, é "puta que pariu" - "puta que pariu não é nisto que quero pensar" - "puta que pariu esta conversa energética acaba aqui" - etc. A expressão faz ricochete e envia aquela frequência energética à sua origem. Costumo utilizar muito esta expressão também quando estou perto de pessoas que sinto que me querem consumir energeticamente. E sinto-me tão bem!




A complexidade do tema


Isto é apenas comunicação energética. Somos seres dotados de um corpo físico mas também de um corpo energético. E as nossas capacidades de comunicação vão muito para lá da comunicação verbal...

Este é um tema bastante complexo. E, falar destas coisas sem ser olhado de lado é raro. Confundir este e outros temas similares com problemas psicológicos também não é menos raro. E é por isso que muitas pessoas consideram precisar de ajuda psicológica. No fundo, é apenas por não se compreenderem e não saberem o que lhes afecta, como e porque.

Espero que a partilha da minha experiência possa permitir a outras pessoas um melhor entendimento de si mesmo. Principalmente aquelas pessoas que se sentem desconectadas da realidade que nos rodeia. Mas este, claramente, é um tema com muito "pano para mangas" como se costuma dizer, e posso voltar a ele mais tarde...

Namastê!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Praia fluvial na Mina de São Domingos - A visitar em Portugal

Praia fluvial Mina de São Domingos


Estamos sempre a aprender com os homens


Fui uma corajosa e deixei o meu namorado planear as férias. No fim, descobri que ele afinal não havia planeado nada. Foi ao google, escolheu um hotel engraçado com piscina, que por sinal nunca  usufruímos e pronto. 

A única coisa que pedi foi uns dias perto do mar. Não precisava de mais nada, até podia ser um acampamento. Haaaaaa só que não. Ele resolveu escolher um hotel apenas a 300 quilómetros do mar e a 300 quilómetros de casa. No meio do nada.

Descobri que a maioria dos homens não planeia sequer viagens. Para eles é marcar o dia das férias. Enfiar umas coisas na mala. E já está. Depois logo se vê aonde se vai dar.

Nãaaaaaaaaaaaaao! Não dá para mim. Para mim o tempo urge. Para mim o tempo passa sempre sempre a correr. E se não planeio o meu dia-a-dia simplesmente não consigo fazer tudo o que quero. Quanto mais uma viagem. O mínimo é verificar se existem locais à volta que valem a pena ser visitados. Não é preciso hora marcada. Mas há mínimos. Ou não?


O que vale é que as mulheres são sempre pró-ativas!


Só no dia anterior às férias é que percebi que afinal não sabíamos sequer o que íamos fazer nas férias. E a falar com umas amigas tugas lá respirei de alívio quando descobri que a 60 quilómetros do hotel onde íamos ficar existia a Mina de São Domingos, no Concelho de Mértola. 



A mina já não existe, a exploração remonta o século XIX, mais precisamente 1858, 
tendo se estendido até 1965 quando o minério esgotou-se.

A praia fluvial foi construída numa parte da mina e é este local fantástico que podem ver. 
Fez-me lembrar a Lagoa do Peri em Florianópolis. A temperatura da água em Agosto estava ótima.


Existem algumas atividades como paddle, canoagem e gaivotas...


Há também um restaurante que serve refeições rápidas mas muito à base de pizzas e hamburgers.
Comidas nada saudáveis...
Optei por ir a um restaurante ali próximo mas a quantidade de comida servida deixou muito a desejar.
Cada vez mais o melhor mesmo é levarmos a nossa comidinha saudável conosco.


Esta era a vista do nosso quarto de hotel.
Não tirei muitas fotos desta vez porque andei sempre muito aflita do estómago.
Ainda não consegui erradicar a bactéria Helicobacter Pylori e de vez em quando 
tenho crises provocadas pela bichinha... 


Mas o passeio recomenda-se 💗


Localização da Praia Fluvial da Mina de São Domingos 
Coordenadas GPS: 37.669440 - 7.505026

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Viabuy - Utilizo e é super seguro! Conta bancária na Alemanha.


 
    Antes de aderir ao cartão tive algum receio, li todo o contrato e ainda pesquisei na internet por queixas ou reclamações. E a verdade é que as reclamações que existem são de pessoas que não se deram sequer ao trabalho de ler o contrato porque a minha experiência com este cartão tem sido espetacular.


Do que as pessoas se queixam?



    As reclamações que existem são referentes ao valor que a Mastercard cobra pela adesão que é de 90€. Basicamente as pessoas surpreendem-se com o valor cobrado pela adesão e que tem de ser depositado na conta, só que o contrato é bem claro, é só ler. A Viabuy cobra a adesão mas oferece a anuidade dos 3 primeiros anos e dá para perceber que a adesão cobre esses 3 anos. Com certeza a Mastercard procede dessa forma para que as pessoas não peçam o cartão deliberadamente mas apenas se pretendem utilizar o mesmo. Afinal, a conta é na Alemanha e obviamente existem custos associados ao processamento e envio do cartão.


Porque eu gosto do cartão/conta bancária?




    Para quem não pode ter conta bancária é uma opção excelente, uma vez que a conta é na Alemanha e também não é necessário fornecer informações pessoais para pedir o cartão. É efetuado com base em pré pagamentos e não em contrato de crédito. Para além disso, tem um IBAN próprio, uma conta própria (na Alemanha) e não possui ligação com contas bancárias em Portugal.

    Cada vez que efetuo um pagamento numa loja recebo um e-mail com a informação do valor que gastei e com o valor total com que fiquei na conta. E ao transferir dinheiro para uma outra conta bancária recebo um sms no telemóvel com um pin para poder validar a transferência, tal e qual uma conta bancária nacional. Também é possível consultar as movimentações efetuadas através do site e utilizar como cartão de crédito para pagamentos, inclusive na rede Paypal.

    As transferências para contas nacionais não têm custos dentro da Europa e levam de 2 a 3 dias no máximo a ficarem disponíveis. Apenas os levantamentos no multibanco têm um custo de 5€. O que normalmente faço é transferir para outra conta que me permita levantar sem custos.

   Estou mesmo muito, muito satisfeita com o meu cartão. Se estás a pensar pedir o teu podes fazê-lo com tranquilidade, o Viabuy é seguro e super fiável. Com toda a instabilidade do setor bancário em Portugal parece-me que ter uma conta na Alemanha não é mesmo nada mau.


Para pedires o teu cartão Viabuy, basta clicares aqui:


 https://r.viabuy.com?cid=7447652afc10e9219e2c89f3ce973aeeb1cf0543



quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Sismo em Lisboa, 4,3 na escala de Richter

Estava eu a tomar o meu pequeno almoço quando comecei a sentir tudo a tremer. Por momentos pensei que o motor do frigorífico estivesse a dar o "badagaio". Mas daí a tremer todo o chão achei que fosse demais. Até que a minha enteada veio chamar-me a dizer que acordou com a cama a abanar-se e que por momentos pensou que tivesse alguém em baixo da cama. ;-p

Parece que a terra anda revoltada...

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Uma visita à casa do Fernando Pessoa


A capacidade intelectual de Fernando Pessoa é para mim de uma genialidade que transcende.
Para mim. De longe. Um dos maiores poetas de sempre.

Há muito que ansiava por entrar nesta casa onde viveu, na Rua Coelho da Rocha, em Lisboa...
E este domingo foi o dia.


Vem comigo...





Eu. Toda "ligada" aos aspectos energéticos, há muito que passei a enxergar os heterónimos 
de Pessoa não só como a construção dos seus super egos, mas como uma busca 
 de auto-conhecimento.

Depois de ver os mapas astrais que fez de si mesmo e dos seus heterónimos e todo
o seu estudo no campo da astrologia, não consigo mais pensar de outra forma.

Sei que muitos estudiosos no assunto terão muitas formas de analisar Pessoa.
Muitos até mesmo acreditam na possibilidade de um perfil esquizofrénico.

Para mim, há muito mais que se lhe diga...








I don't know how many souls I have.
I've changed at every moment.
I always feel like a stranger.
I've never seen or found myself.
From being so much, I have only soul.
A man who has no calm.
A man who sees just what he sees.
A man who feels is not who he is.

***

Eu não sei quantas almas tenho.
Eu tenho mudado a cada momento.
Eu sempre me senti como um estranho.
Eu nunca me vi ou me encontrei.
Por ser muito, eu só tenho alma.
Um homem que não tem calma.
Um homem que vê apenas o que ele vê.
Um homem que sente não é quem ele é.




Fantástico sentir a energia no quarto dele...










O contrato de arrendamento de Fernando Pessoa.




A sua máquina de escrever...




O único quadro para o qual pousou, em toda a sua vida.
Obra de 1912, sob a autoria de Rodriguez Castañé.




A visita ao espaço custa apenas 5,00€ e inclui uma apresentação (em inglês) sobre 
Fernando Pessoa e alguns dos seus principais heterónimos.



















Com direito a um "Sonhatório"...
Onde é possível assistir um pequeno filme sobre o seu percurso de vida.







Os mapas astrais de Fernando Pessoa e seus heterónimos são fantásticos.
Estes não estão dispostos dentro do Edifício mas numa parede lateral que dá acesso 
a um delicioso restaurante, de nome "Flagrante Delitro". Recomendo.
Eu comi um delicioso Arroz de Polvo por 8,50€ e a minha amiga, Pato com laranja.  



Mapa astral de Ricardo Reis.


Mapa astral de Alberto Caeiro.


Algumas mensagens por decifrar...




O mapa astral de Pessoa.



prédio Fernando Pessoa


Nunca podemos achar que já vimos tudo. Que já não há nada novo por ver. Por sentir. Por descobrir.
Das melhores coisas que pode haver é colocar a mochila nas costas e caminhar sem rumo certo. 

A minha querida amiga "S" é simplesmente das melhores companhias de sempre 
para este tipo de aventuras. 

Por isso aconselho-te. A redescobrires a tua cidade. Aonde quer quer vivas. 
Quando te propões a ver o mundo através de uma lente. 
Deixas de ver. Absolutamente. Enxergas com minúcia.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Body - O must have da estação!


Escolhe só um!
Se conseguires...



                                                           






















E tu, consegues escolher só um?!

terça-feira, 16 de maio de 2017

Vencedor do Festival da Canção. O culpado é Salvador!

O fim do semestre na faculdade tem me retirado a disponibilidade para escrever,
mas hoje já não consigo mais conter-me.

O culpado é Salvador...

Para quem não conhece este jovem, chama-se Salvador Sobral e ganhou esta semana o 
Festival Eurovisão da Canção 2017 - festival europeu. A composição da letra é da autoria de 
Luísa Sobral, irmã e também cantora. 




Estou rendida, toda a minha alma latino-lusitana.


A interpretação de Salvador é simplesmente divinal. Toda a sua alma é música. Arte pura! 
Alma pura! Salvador nunca mais será o mesmo. Nós, nunca mais seremos os mesmos. 
Sua forma de cantar transcende a sua própria alma, talvez nem ele se dê conta, tamanha a 
sua simplicidade.

Amo Caetano Veloso, Chico Buarque... Para mim, Salvador está ao mesmo nível e traz algo
 para lá do que possamos explicar! Estou rendida, toda a minha alma latino-lusitana.




Adorei o acústico... divinal também!




Um poema de Fernando Pessoa...


A humanidade de cada um de nós está para lá da imagem!


Muitas foram as pessoas que teceram críticas pela sua imagem, o que me irrita profundamente.
Que as pessoas continuem a julgar pelas aparências. Que tudo se resuma simplesmente a
isso em nossa sociedade. Imagem. A humanidade de cada um de nós está para lá disso.

Salvador possui um problema no coração e precisa de um transplante, motivo pelo qual usa
camisas largas para que não se veja o aparelho que ele tem de utilizar. E ao contrário de muitos
 não se vitimiza. Quer ser reconhecido pelo músico que é e não pelo seu problema de saúde. 

Admiro a sua postura, completamente alheio às críticas. Completamente alheio ao mundo.
Submerso apenas no que lhe dá prazer na vida. A música.




Esta música penso que é de um compositor brasileiro. Alguém me confirma?

quarta-feira, 19 de abril de 2017

6 Formas inusitadas para decorar com plantas



Porque adoro plantas e viver num apartamento não pode ser desculpa para não
ter um ambiente mais verde em casa, resolvi mostrar seis opções diferentes e ao alcance 
de qualquer pessoa e de qualquer carteira.

Para além de trazer algum frescor para dentro de casa é importante lembrar que 
as plantas também contribuem para renovar o ar.




As plantas suspensas estão super na moda. 
E eu particularmente acho um pequeno charme.
É uma forma de dar vida a um recanto sombrio ou sem graça.

Esta combinação de planta e lâmpada suspensa está muito inusitada e trás conforto ao espaço. 
Estou a pensar fazer na minha cozinha, em cima da bancada que criei.








Também não há nada como trazer o jardim para dentro de casa.

E morar em apartamento não pode servir de desculpa para vivermos longe dos 

elementos - Água e Terra - que nos conectam de alguma forma à natureza. 





Frascos de vidro até mesmo reutilizáveis como já mostrei aqui em outros 
posts também são uma excelente opção.




Este ovo dá um efeito fantástico à planta.

E é simples de fazer, basta um balão e um pouco de cimento.




Outra opção que dá muito charme é usar um utensílio velho 
que possa servir como vaso.

O bom é que agora o que é velho é vintage ou rústico :-)


Gostaram? 💗

segunda-feira, 27 de março de 2017

Informe-se das leis antes de se conformar com uma má notícia



        Todos nós sabemos que a ausência de conhecimento de uma lei não nos confere nenhum direito ao seu incumprimento. E todos nós achamos que os órgãos públicos respeitam as leis e que se existir algo que possamos fazer em determinada situação, essa informação nos será facultada. Infelizmente não.

O post de hoje é  sobre duas situações muito sérias que me ocorreram na semana passada e que servem de alerta. Ocorreram em Portugal e por isso têm a ver com a legislação portuguesa mas penso que poderia ter ocorrido em qualquer país porque, infelizmente, as leis estão apenas ao alcance de quem consegue interpretá-las e de quem desconfia e vai atrás.

E o meu grande alerta é este: desconfie de tudo, ainda que receba notificações de órgãos públicos a indeferir um pedido seu, seja qual for o assunto, consulte os Decretos-Lei, investigue. Nem sempre as coisas são como parecem ser. E, na maior parte das vezes, você pode sair prejudicado quando a lei até está a seu favor.


 No Centro de Emprego


       Recebi uma notificação para apresentar-me no Centro de Emprego e atribuíram-me três propostas de trabalho a que eu era obrigada a responder, sob pena de o meu subsídio de desemprego ser cancelado.
Quando vi os ordenados propostos entrei em choque, salários mínimos. Passado o estado de choque veio o inconformismo. Não me podiam obrigar a trabalhar por qualquer valor. Ninguém paga as minhas contas. Não peço dinheiro a ninguém. E julgo que ninguém me pode obrigar a trabalhar por um ordenado qualquer, quando só eu sei quanto preciso receber para fazer face às minhas despesas.

Resolvi consultar os Decretos-Lei mencionados no documento e para meu espanto, a lei estava a meu favor. A legislação define que o salário proposto, neste tipo de situações, deve ser superior ao valor do subsídio de desemprego em 25%, dentro dos primeiros seis meses, e a partir do sétimo mês, deve ser superior em 10%.

Retornei ao IEFP para indicar que as propostas não estavam de acordo com a legislação e, foi exatamente e apenas isto que disse e o funcionário pediu os documentos, cancelou as ofertas de emprego que me tinham sido associadas e não proferiu absolutamente nada.

O que me deu a parecer é que isto é efetuado com plena consciência da instituição e dos seus colaboradores. Se passar passou. Se não passar, o melhor é cancelar antes que sejam alvos de alguma reclamação.


Na Segurança Social


          Há pouco tempo, por estar desempregada, solicitei apoio jurídico para uma situação que preciso tratar. Passados mais de 30 dias a resposta ainda não me foi facultada e entretanto recebi uma notificação do Tribunal para dar resposta em 10 dias. Sem ter advogado que me possa tratar do assunto e para não incorrer no prazo judicial, resolvi enviar uma cópia do pedido de apoio jurídico que efetuei, ao Tribunal, solicitando indicações se o prazo se suspenderia. A resposta chegou cedo, o prazo de resposta mantinha-se. Inconformada, resolvi consultar algumas legislações e o que descobri foi também bastante interessante. 

A ausência de resposta por parte da Segurança Social quando superior a 30 dias dá direito a deferimento tácito (Art. 25º, nº2 da LADT), o que significa que o apoio jurídico terá obrigatoriamente de ser concedido. Ocorre contudo, que pese embora passe muito tempo, a Segurança Social pode notificar indeferimento, ou seja, não aceitação. Todavia, cabe a nós cidadãos invocar a lei e o artigo em questão, sob pena de o indeferimento ser definitivamente aceite. 

Outra questão importante é que nestas situações de atraso de respostas por parte da Segurança Social, e havendo pendências judiciais, o Tribunal deve solicitar à Ordem dos Advogados a nomeação do patrono, ou seja do advogado. Contudo, ao que parece, se não invocarmos as leis e os artigos os nossos direitos não são efetivamente constituidos. Nesta situação ainda estou a aguardar resposta.

Deixo-vos um link para consulta dos artigos pertinentes nesta matéria de apoio jurídico e deferimento tácito, texto excelente da Ordem dos Advogados: https://www.oa.pt:6443
Para questões relacionadas ao IEFP, podem consultar os Decretos-lei no site da ACT  (Autoridade para as Condições do Trabalho).

segunda-feira, 20 de março de 2017

Panqueca de cenoura | rápido e saudável


Quem me segue aqui no blog sabe que eu não gosto de ficar presa à quantidade dos ingredientes, é tudo de olho. E dá sempre certo. É uma questão de vermos o ponto certo. A consistência.

Para mim as receitas têm de ser práticas, rápidas e saudáveis. Não gosto de ficar muito tempo presa à cozinha. Tem de ser pa-pum. Está feito. 😏

Assim a quantidade vai depender de quantas panquecas você vai querer fazer, do tamanho, espessura, etc. Eu fiz bem espessa porque basicamente foi o meu jantar, então tinha de ser uma quantidade generosa para me sustentar.



O que vai precisar:

Cenouras 
Farinha
Ovos

Recheie a gosto
Com o que houver!


Como fazer:


Basicamente é descascar as cenouras e colocar no triturador, acrescentar os ovos 
e a farinha e temperar com sal. Eu fiz duas panquecas assim espessas então coloquei 2 ovos.

Guie-se pela consistência, não deve ficar líquida nem consistente demais, 
portanto vá acrescentando a farinha e os ovos até dar "liga"

Para o recheio usei apenas uma lata de atum, refoguei com alho, cebola e salsa.
Para a próxima ao invés de usar farinha vou colocar queijo ralado,
como não tinha na hora teve de ser assim, mas acho que o queijo deve dar "liga" e 
é bem mais saudável 💗


sexta-feira, 10 de março de 2017

Pintura de frascos de vidro - Tinta acrílica ou spray?

arranjo de flor rosa


Depois de algumas experiências na reciclagem de frascos de vidro e de 
ver as diferenças de efeito e de acabamento resolvi fazer este post.

Já vi tutoriais mostrando a pintura de frascos de vidro com tinta 
acrílica e pelas imagens o efeito parece sempre bonito.
Só que não!

A foto de cima foi uma reciclagem de um frasco de conserva
 que pintei com tinta acrílica. E, à primeira vista parece muito giro.
Mas vê as fotos abaixo...


pintar com tinta acrílica ou spray

Esta foi a tinta acrílica que usei...



Uma foto bem aproximada e podem ver como fica a pintura...
Nem parece que levou várias demãos, pelo menos umas 4.

É muito complicado pintar vidro com tinta acrílica porque é difícil 
conseguir uma cobertura completa.

Um pena porque é uma tinta à base de água e sem cheiro mas
prefiro o efeito com tinta spray, como podem ver mais abaixo outros
frascos que pintei...






Como a tinta deu um ar rústico, resolvi aplicar essas pedrinhas.
Já cá tinha em casa, comprei numa loja do chinês e é vendido ao metro.
É bastante maleável e fácil cortar.
Colei com cola universal, porque a cola quente não aderiu ao vidro.


flor artificial rosa




pintura de vidro com tinta spray


Estes foram os frascos que pintei com tinta spray e gosto muito 
mais do efeito. Fica completamente lisinha a superfície do vidro.
Nem parecem frascos reciclados.


vasos preto e brancos


A tinta spray deve ser utilizada num ambiente ventilado.
Essa é a única dificuldade para quem mora em apartamento como eu.
A tinta é bastante tóxica e custa a dissipar o cheiro,
por isso é preciso ter algum cuidado.

Mas o resultado vale a pena.
Não acham?